29 janeiro 2012

Free Market and Canal Walk

Hoje, 29/01/2012, minha host family me levou para outro passeio por Cape Town.

Saímos de casa na hora do almoço, pegamos a host avó em casa e fomos para o Free Market.

(No caminho Maxine resolveu brincar com o trinco da porta... O resultado foi a porta abrir com o carro andando. Houve um estresse momentâneo.)


O Free Market é um lugar onde as pessoas montam barracas e vendem o quer que seja. Lá tem de tudo mesmo: livros, antiguidades, eletrônicos, comida, brinquedos... Jim adora ir lá.
Andamos por todo o espaco, tomamos um sorvete e seguimos para o Canal Walk.

A barraca que mais me agradou. Nao sei o porque.
O Canal Walk é o maior shopping da cidade. Minha host Family foi fazer compras lá e também acabaram encontrando uma escrivaninha pro meu quarto.

Canal Walk
Lá pelas 17hr eles lembraram que não tínhamos almoçado. Aí fomos ao “King Pie” e me deram um folhado salami & cheese.

Ao voltar pra casa, Jim montou a escrivaninha e eu coloquei no meu quarto. Tiramos o colchão que ficava no chão, o sofá e as coisas debaixo da cama. Sharon falou que se eu quiser colar fotos na parede eu posso... A casa está prontinha agora.

Bye Bye!

Note: Lembram que eu tinha torrado meu rosto? Ele está descascando, mas já providenciei um creme.

Jarrod's party

Ontem, 28/01/2012, foi a festa de aniversário do meu host brother.

Depois de todos terem acordado é que começamos os preparativos pra festa. Fomos ao mercado comprar as coisas para o churrasco e ao voltar pra casa arrumamos a mesa de bolos e a dos doces. Não deu cinco minutos e os convidados já começaram a chegar. A maioria era família e a outra parte os amiguinhos do Jarrod.


O tema foi Bob Esponja: guardanapos, balões, toalha, lembrancinhas... A festa é bem parecida com a do Brasil, tirando a parte que não tem docinhos nem salgadinhos. O bolo minha host mom que fez e os cup cackes minha host avó, foi tudo bem caseiro.


Os intercambistas alemães também vieram. Minha host mom convidou-os no dia em que fui comprar uniformes. Conversamos sobre intercâmbio, assistimos tv, jogamos vídeo-game e brincamos com armas d’água. Mesmo encharcado, essa foi a melhor parte!

O último convidado foi embora lá por meia-noite, e até lá eu fiquei fazendo o social. Depois, limpamos a bagunça, guardamos as guloseimas e finalmente fui dormir.

Eu dei uns brinquedinhos brasileiros pro Jarrod e ele nem disse obrigado, aliás ele mau abriu o embrulho. Fazer o que né?

See you!

25 janeiro 2012

Jarrod's birthday

Hoje 25/01/2012 foi aniversário do meu host brother, Jarrod.

Ele passou o dia na casa da mãe dele e a noite voltou pra casa. Então a host family, os host avós, nanny e eu saímos para comemorar. Fomos no “Spur” que tem aqui perto de casa e voltamos quase 22hr.

Depois de pedir a bebida, fui pedir meu burguer. Meu host dad perguntou se eu gostava de pineapple no sanduíche. Sem fazer a mínima idéia do que era, eu respondi que sim... E o que veio no meio do hambúrguer e do queijo? UMA RODELA DE ABACAXI! Eu comi, afinal, quem mandou não saber o que era o bendito pineapple?

Depois, Sharon fez questão que pedíssemos sobremesa. Ela pediu pra mim um daqueles Sundays de filme, muito bom! A cobertura era com nata, impossível não lembrar dos meus pais e como gostam de sonhos de nata...

Em seguida, os garçons vieram cantar parabéns para o Jarrod na mesa. Comemorar aniversário lá não é novidade não, eu ouvi pelo menos mais uns dois parabéns.

No colégio, por eu ser estrangeiro não preciso fazer uma segunda língua, apenas inglês. Dessa forma tenho uma aula vaga por dia e sou obrigado a ir pra biblioteca... que tem computadores com internet! (Alias, esse post esta sendo publicado da biblioteca do colegio).

Quando te disserem que Deus escreve certo por linhas tortas: acredite! 

As coisas parecem estar se arrumando, como minha mãe falou. Agora só falta eu aprender inglês.

Bye!

24 janeiro 2012

Sports day

Já no meu segundo dia de aula (24/01/2012) teve novidade. Não tivemos aulas em função das competições da escola.

A escola possui quatro casas, nas quais os alunos são colocados de acordo com a série para competir os mais variados esportes. Depois de eleger um vencedor, a casa vai competir com os outros colégios, e assim por diante.

Eu fiquei na “Bailey” (que foi a campeã), e logo fizeram questão de me enturmar. Os alunos levam muito a sério a questão da competição entre as casas: fazem desfiles com coreografias, vestem roupas com as cores do time, pintam o rosto e cantam muito. Eles reclamavam que eu não cantava, mas as letras não fazem sentido nenhum pra mim.

Sempre por onde ando tem alguém me cumprimentando ou me chamando. Eles foram bem acolhedores. Alguns reclamam por eu não lembrar os nomes, mas é muita gente com nome estranho!

Não tirei fotos porque fiquei com medo de levar a câmera pro colégio. A Malu me alertou, dizendo que no colégio dela contaram que se deixar a mala à toa roubam mesmo... Antes prevenir do que remediar né?

Estou com o rosto todo queimado por passar a manhã inteira nas arquibancadas... Até o próximo update. 

23 janeiro 2012

Primeiro dia de aula

Hoje, 23/12/2012, foi meu primeiro dia de aula em Muizenberg High School. Pra começar acordei muito atrasado, digamos que quase uma hora. Eu tinha posto o despertador, mas por alguma razão ele não tocou e só acordei com o meu host dad batendo na porta e perguntando se eu estava pronto.


Vesti o terno em alguns minutos, lavei o rosto e já falei que estava pronto. Por ser o primeiro dia, Jim me levou até a escola, junto de Macheila, nossa vizinha que estuda em Muizenberg. Ela prometeu me ensinar a pegar o trem para ir e voltar da escola e até me deu uma gravata para o uniforme.

Chegando lá, minha vizinha foi me apresentando seus amigos. Uma das amigas foi muito simpática e compreensiva comigo, me levou para conhecer a escola e falar com a diretora sobre minhas aulas. Feito isso, me apresentou aos demais alunos.

Minha primeira aula foi Geografia, a professora foi bem simpática e explicou coisas sobre a camada de ozônio. Mas sempre tem aqueles engraçadinhos, não é? Um menino da sala veio com piadinhas de que eu só sabia falar “yes, yes”. Whatever.

Depois tive aula de Africaner (E pela graça de Deus a diretora me deixou sair dessa matéria), inglês, história, matemática e artes. No meio dessas aulas tivemos dois intervalos: no primeiro todos foram para um auditório para ouvir o pronunciamento do diretor e lanchar; e no segundo era o almoço.

Passei parte do recreio com um menino da Angola que faz as mesmas aulas que eu, e outra parte com a menina que apresentou a escola, junto com os outros intercambistas. Almocei só um suco, aquela cantina enche!

Depois do fim das aulas, encontrei Macheila e fomos pra estação de trem. Comprei um ticket pra semana, por R33. O caminho até minha casa é rápido e nem temos que andar tanto quanto eu imaginava.

Não fui tratado como animal de zoológico ou um ser de outro mundo, me senti melhor por conta disso. Amanhã não teremos aula, será só um dia pra esportes e competições entre os times da escola.

O coração começa a apertar cada vez mais... Até mais novidades.

22 janeiro 2012

Tour e Table Mountain

Ontem, 21/01/2012 tivemos orientação com o YOU2AFRICA.

Logo de manhã todos os intercambistas brasileiros se encontraram em um centro comercial perto da minha casa. Antes de partirmos fui comprar crédito para o meu celular para que eu pudesse dar parabéns pro meu pai. De lá, pegamos uma van que foi até o albergue “The Big Blue”, onde ficamos hospedados.


Tivemos orientação sobre as regras e host families até depois do almoço. Terminado isso, encontramos a coordenadora Michele e, saindo do Waterfront, fomos fazer um tour pela cidade com o ônibus “City Sight Seeing Cape Town”.


Na entrada nos deram fones de ouvido para ouvir a história de cada local conforme íamos andando. A primeira parada foi no centro da cidade, onde visitamos barracas com artesanato e suvenires da África do Sul (Eles também têm camelô!).


Retornando ao ônibus, rodamos por um bom tempo até parar naquele mercado de peixe fresco que visitei com a host Family. Dessa vez conseguimos ver muitas focas e em troca de moedas era possível alimentá-las.


A última parada foi na praia de Camps Bay. Tinham muitas pessoas e demos a sorte de encontrar gente que falava português. E se alguém algum dia falou que a água das praias da África do Sul é fria, acredite! Os pés chegavam a amortecer por conta da temperatura.


Voltamos para o Waterfront e jantamos no “Spur”, um fast food daqui. Pedi meu tradicional hambúrguer, fritas e coca-cola. Mas dessa vez veio uma cebola grelhada que lembrou muito a comida da minha mãe!


No albergue, descobrimos vários brasileiros, só no nosso quarto eram dois. O quarto era bem apertadinho, tinha 3 beliches.

E hoje, 22/01/12, fomos na Table Mountain. Encontramos todos os outros intercambistas (E mais um brasileiro!) que vieram pra África e pegamos o bondinho. O dia estava péssimo para o passeio, não conseguíamos ver absolutamente nada lá de cima e em boa parte do trajeto. 


Andamos um pouco, visitamos a loja se souvenires (Onde comprei um postal pra recordação) e almoçamos no “Table Mountain Café”. Compramos um prato do grill, chamado Chicken. Vinha com fritas, vinagrete e um frango ao molho MUITO APIMENTADO. Era impossível comer sem que sua boca sofresse queimaduras de 3º grau.


Voltamos para o ponto de encontro, onde as host families já estavam esperando.
Amanhã começam as aulas, estou muito nervoso. Provavelmente vem um post falando do primeiro dia de aula.

21 janeiro 2012

Parabens pai!

Hoje, 21/01/2012 um tal de João Gilberto Benato completa  41 anos!


Parabés papai, muitos anos de vida, saúde e que Deus sempre te guie ao longo da vida!

Vocês devem estar dando um festão aí em casa hoje, aproveite por mim. Um grande abraço, te amo!

20 janeiro 2012

Waterfront

Hoje, 20/01/12 minha host Family me levou para um passeio por Cape Town. Fomos ao Waterfront, um shopping enorme que dá acesso a uma série de restaurantes, decks e lojas. É muito grande e bonito, acreditem!


Saímos de casa por volta das 14hr (Que para mim parecia meio-dia, estou precisando ajustar meu relógio biológico), e fizemos um longo caminho até o Waterfront. Demos várias voltas pelas lojas do shopping e fomos ver o resto do “parque”. Tinham vários artistas independentes fazendo apresentações para divulgação do cd ou por moedas, desde estátuas a equilibristas. 


Almoçamos no “Quay Four”, um restaurante que ficava no deck dos barcos. Lá os pássaros, transitavam normalmente pelas mesas em busca de migalhas, era muito engraçado! Eu pedi um Burguer and Chips, mais Coke. 



Depois que almoçamos, tomamos sorvete e os host parents deram uma passada na loja de CD’S e DVD’S (Eles adoram comprar filmes) em busca de um presente para o Jarrod. 

Escultura de caixas de coca-cola que tinha por la
Seguimos com o carro por uma avenida beira-mar. As praias daqui são muito bonitas, especialmente as partes que possuem aquelas rochas enormes. Paramos em um lugar em que alugam barcos para festas e vendem peixe fresco.

Vista pelo carro
Na volta passamos na casa da host vó (A propósito, ela mora a uma quadra de nós) e retornamos pra casa.

Amanhã, 21/01/2012 teremos reunião e passeio com o YOU2AFRICA. Aguardem um post!

19 janeiro 2012

O tal do choque cultural

Minha primeira reação ao chegar à África do Sul foi pânico. Vocês sabem o que é olhar para os lados e só ouvir e ler em inglês? Por que deixar o Brasil, onde eu falava fluentemente o português? Esse foi o primeiro dia. 

Com o passar do tempo vi que a solução era me adaptar. Passei a tentar falar inglês, e com a ajuda da minha host Family, através das mímicas e das várias repetições, cheguei a conclusão de que eu talvez consiga aprender inglês.

O terreno da casa aqui da África é bem grande. Ele tem uma casa na frente (Onde a família toda mora), uma no meio (Da nanny) e outra nos fundos (Onde eu moro). A minha casa, possui cinco cômodos e eu apenas tenho que dividir o banheiro com a Adell, a nanny.

Meu quarto é grande, tenho um colchão de casal no chão e um beliche (Passei a dormir no beliche e deixei o colchão de casal com notebook e essas coisas em cima). Já o banheiro, até um tempo atrás não tinha box e a torneira ainda não funciona.

Meu quarto
No dia 18/01/2012, foi aniversário da host vó. Ela fala um inglês tão enrolado que nem repetindo três vezes eu entendo. Fizeram um Braai (Um churrasco que teve linguiça e frango) para comemorar, junto com uma salada de batatas, salada de cenoura e o resto da família.

No dia seguinte, eu e Sharon fomos ao Muizenberg High School para escolher minhas matérias. Conversamos com a subdiretora e com um professor, que pela graça de Deus, falava português. A maioria das classes estavam cheias, assim acabei escolhendo apenas as obrigatórias para a convalidação de estudos.

Também, compramos os uniformes. A primeira parada foi na casa da Burnie, uma amiga da host mom que vende uniforme usado. Comprei o blazer e duas camisas por R200. A segunda parada foi no shopping, atrás de meias (Que obrigatoriamente são até o joelho) e calças. Depois de provar três calças encontrei meu tamanho. Nessa brincadeirinha se foram mais R300.

Coloquei internet no penmodem há dois dias, comprei 250MB por R99 (Cerca de R$24,75) e já acabou! E agora pouco pedi o telefone para ligar para o meu pai, e Sharon disse que amanhã eu coloco créditos no meu chip e ligo.

Esse e o Marley
Note: Agora vou passar a deixar os posts digitados no meu computador, quando eu comprar internet eu disponibilizo na internet.

Vôo

(Postagem feita sem acentos e afins, por conta do computador)

Oi galera, cá estou eu na Africa do Sul! 

No dia 16/01/2012, o dia do embarque, eu e minha familia almocamos em uma churrascaria proxima ao aeroporto. Depois, seguimos ate ele, colocamos as malas em carrinhos e fomos para o check-in. A moca pediu o passaporte, vacina e autorizacao para visitar desacompanhado. Ela entregou um carne com as passagens e eu so tive que aguardar ate as 14:15hr para meu embarque.

Restaurante Los Pampas
Meus pais foram embora antes de eu passar pelo portao. Nos despedimos e eu esperei com alguns amigos chegar a hora. E ela chegou. Confesso que deixar o Brasil nao era nenhum um pouco dificil, nao sei, mas mesmo a caminho de Sao Paulo nao tinha caido a ficha.

Primeira vez em um aviao!
Chegamos em Guarulhos, o aeroporto era enorme! O voo foi rapidinho, nos serviram amendoim e coca-cola. Nos tres  andamos juntos ate a Asa D, o lugar em que era feito o chek-in para o voo de Johannersbug. Mas descobrimos que so poderia ser feito as 22hr, ainda eram 16hr...

Asa D
Vagamos um bom tempo por lojas, restaurantes, ate que encontramos a tal da "Sala Ecumenica". Um lugar que pouquissimas pessoas sabem que existe no aeroporto. La o silencio rege em meio a varios bancos almofadados. Era perfeito! Nos pudemos ficar horas la. Depois jantamos no pizza hut, fizemos amizade com as atendentes da loja de artigos brasileiros (Onde comprei um boton com as bandeiras do Brasil e Africa do Sul) e fizemos o esperado check-in, para finalmente irmos para a Africa. Uma passadinha no Duty Free, que rendeu uma caixa (cara) de bom bom da Garoto e alguns dolares de troco.

Duty Free
Antes mesmo do aviao decolar eu ja tinha dormido... Acordei so no outro dia, com a Malu me chamando para o cafe da manha (Que por alguma razao eu achei que era a janta e recusei). Depois eu nao consegui dormir direito, ou acordava por conta do bendito choro da crianca do banco da frente, ou por que chamavam a aero-moca... Escutei musica, vi filme e nada do sono voltar. Depois de algumas horas, resolveram acender a luz do aviao e abrir as janelas, nao sabem como foi bom!

O almoco foi servido. O unico detalhe e que os comissarios de bordo falavam ingles, mas nao e ingles como voces imaginam, deve ser pelo menos 3 vezes mais rapido. Consequentemente voce pedia para eles o que voce entendia. Acabei aceitando "Chicken".

Finalmente descemos em Johannesburgo, atrasados! Apos passar por as varias barreiras que pediam nosso passaporte, pegamos as malas e fomos em busca do check-in. Nesse meio-tempo, varios homens bondosos se ofereceram para carregar as malas e nos levar ao check-in. Eu suspeitei do nivel de bondade dos homens, ate porque ja tinha lido sobre eles na internet, mas vi o cracha do aeroporto e relaxei. 

Nos levaram a um guiche, onde falaram que as malas nao precisavam ser despachadas. Fomos passar pelo portao e disseram o contrario. Ai os homens  que nos ajudaram apenas falavam "Money, money, money!". Sempre desconfie da bondade dos outros. Eu ia pagar em real, o cara nao aceitou, fui dar um dolar e ele falou "Five!" "But, i dont have!" acabei dando todo o troco do Duty Free, U$3. Quem se deu mal foi a Malu, que se apavorou e entregou R$50,00.

Voo para Cape Town
Mesmo assim ainda nao sabiamos nada do voo, nada do check-in. Bateu o  desespero. Um dos homens permaneceu para nos ajudar, mas ainda desconfiado, eu mesmo carreguei minhas coisas. Ele nos levou a aquele primeiro guiche, onde pesamos as malas e despachamos. Embarcariamos no voo das 18hr.


E pela graca de Deus, foi o que aconteceu! Nada de problemas, apenas a burocracia de apresentar o passaporte. Embarcamos, jantamos e la estavamos nos, em Cape Town. Tomamos o onibus (Que era extremamente largo) para o aeroporto e retiramos as malas.

Antes de conhecer a host family demos uma passada no banheiro, escovamos os dentes, arrumamos o cabelo... Afinal, dizem que a primeira impressao e a que fica! Eu estava uma pilha de nervos, mau sabia o que dizer, como cumprimentar... Na hora de passar pelo portao ja vi Jarrod e Jim (Com Maxine no colo) acenando para mim. Cumprimentei os dois e fui para a parte em que todas as host families estavam reunidas.

Ai conheci todo o resto do pessoal e tentei conversar. Depois de algum tempo me despedi dos brasileiros e fomos para o carro. Pra comecar o volante era do lado contrario, mas o fato de me oferecerem o banco da frente anula isso.

Nao conversei muito, nem eles. Ate a hora que Sharon peguntou qual era minha comida favorita e eu respondi "Hm... I have very favorites food" "But, one" "Hm... I like pizza". A host family me levou para comer pizza, na Massimo's Pizza. Aqui e diferente, cada um escolhe um sabor e o tamanho da pizza, e vem uma pizza so pra voce. Todos da familia pediram pizza grande, me disseram que da para comer no cafe da manha do outro dia.

Massimo's Pizza
La na pizzaria tentamos conversar bastante. Sharon falou que nao tinha problema nenhum eu nao conseguir falar as coisas ou as vezes nao entender. Ela tambem perguntou se eu ja tinha falado com a minha mae, eu falei que nao e ela fez eu ligar pra ela. So entao consegui ouvir a voz da minha mae!

Viemos para casa e Sharon me mostrou a casa inteira. Tambem mostrou onde eu moro, mas isso fica para outro post! Sao apenas 3 dias aqui, mas acredite, o Brasil comeca a fazer falta. Em nenhuma parte do mundo voce vai encontrar o que tem na sua casa e as pessoas que convivem com voce.

Note: A internet aqui e muito cara e para ela funcionar compramos os mb, portanto eu talvez me ausente. Sem contar o fato das aulas comecarem segunda-feira.

15 janeiro 2012

Last day in Brazil

Parecia que nunca ia chegar a data de embarque para o tal intercâmbio. Parecia que era um sonho distante que ia demorar séculos para ser alcançado. Parecia que a hora de deixar meu país nunca chegaria. Agora não "parece" mais, realmente chegou o momento de dizer tchau. Tchau para a família, para as pessoas, para minha casa, para o meu cantinho.

Estou aproveitando os últimos momentos com a minha família e com meus amigos. Tivemos um final de semana na chácara e voltei há pouco de lá. Agora estou arrumando as últimas coisas da mala (completei  com algumas coisas típicas do Brasil: feijão, arroz, pão de queijo, sequilhos, doce de banana, paçoca, doce de leite...) e conferindo documentos para não dar nada errado até minha chegada em Cape Town.

Made in Brasil
Hoje, 15/01/2012 foi aniversário da Maxine, minha host sister. Ela fez um aninho e meu host dad me contou que fizeram uma festa com bolo, doces e bastante gente. Como vou chegar só dia 17 em Cape Town, Jim disse que comemorarão novamente! Ele citou também que na quarta-feira vão fazer um tal de "Braai", o churrasco sul-africano em minha homenagem.

Maxine e Jim
"Mãe e Pai, provavelmente vocês vão ler isso aqui depois, então queria dizer algumas coisas que eu não sou capaz de dizer de vez em quando. Eu sei que vai ser difícil, talvez até mais do que o limite do tolerável, e acho que essa é a melhor hora pra eu agradecer vocês por tudo que vocês já fizeram por mim. Desculpa pelas brigas, e por eu ser um pé no saco quando eu quero, mas vocês são as pessoas mais importantes da minha vida e eu não troco vocês por nada nesse mundo. Desculpa por ter insistido nessa ideia maluca de passar um tempo longe, mas assim como eu vocês sabem que isso vai ser muito importante pra mim. Esse ano logo logo vai passar, e tudo vai voltar a ser como sempre foi. Metade de mim é partida, mas a outra metade é saudade..." Luiza Uebel
Bom, é isso. Acredito que meu próximo post será direto da África do Sul ou quem sabe, na melhor das hipóteses do aeroporto de Guarulhos, onde terei uma estadia de 10 horas até o embarque para Johannersburg. See you soon!

19 HORAS!

12 janeiro 2012

Reunião pré-embarque

Vamos a mais um update!

Hoje 12/01/2012, os intercambistas da África do Sul tiveram reunião pré-embarque na World Study.  Cheguei lá e Malu e Rafael já estavam esperando. Enquanto aguardávamos o Pedro chegar, conversamos sobre nossos colégios, host families e sobre as novas fotos do mural de high school. Falando nele, terão mais dois intercambistas que vão pra África, um em janeiro e outro em agosto.

O início da conversa foi com a psicologa, que conversou sobre como estávamos: se tivemos alteração no sono, apetite... essas coisas. Nesse meio-tempo fizemos uma dinâmica, de pegar o nome de um dos alunos num saco, falar características e chutar palpites quanto ao que ele levaria na bagagem e o nível de ansiedade. Eu sorteei a Malu e ela me sorteou.

Depois, chegou a parte operacional. Check in, embarque, desembarque, imigração, alfandega... tudo com a Lívia. Ela entregou uma pasta, cheia de coisas referentes ao embarque:

Study Permit
  1. Meu visto chegou! Foi entregue na agência, junto com alguns dos documentos que enviei para emissão em Brasília.
  2. Uma carta para lermos no avião, outra pra entregarmos pros pais na hora do embarque e o check-list de itens para levar ao aeroporto.
  3. Em um pacotinho, recebemos etiquetas pra identificação da mala e uma pochete para documentos e dinheiro.
  4. A passagem aérea veio emitida em uma espécie de carnê, para podermos consultar durante os vôos. 
  5. A camiseta da World Study pra usarmos durante a viagem.
Camiseta e Pochete
Tiramos o resto das duvidas, quanto a peso de mala, o que levar... e fomos embora. Mas antes de pegar o ônibus pra voltar, Malu, Pedro e eu ficamos conversando sobre o intercâmbio. E já é daqui 4 DIAS!

Resolvi colocar mais coisas na minha mala: achei uns cadernos antigos com a capa do Brasil, outro eu mesmo fiz a capa, e mais alguns brinquedos para as crianças. Pretendo postar um texto aqui antes do embarque, fiquem atentos!

Cadernos
Ah, antes que eu esqueça. O Victor Zenatti vai fazer intercambio pra Alemanha e pediu que eu indicasse o blog dele. Aqui!

Note: Descobri que o Pedro é básico como eu no inglês. Não tô sozinho!

09 janeiro 2012

Rands

Hello!

Hoje, 09/01/2012, eu e minha mãe fomos mais uma vez ao centro. Depois de descobrir que os dólares não eram bem aceitos em Cape Town, fomos à Confidence no Shopping Crystal e trocamos nossos reais por rands na taxa R$0,26, o que rendeu R5.000.  Os dólares darei ao meu irmão, que embarca esse mês para os EUA.

Tô rico!
Também, compramos algumas coisinhas para lotar um pouco mais a minha mala: a capa para meu computador, um tênis e meu óculos de sol. Agora aguardo a ligação da World Study para buscar o meu passaporte... Até!

7 DIAS!

05 janeiro 2012

Arrumando as Malas

05/01/2012, comecei a fazer as malas!

Com a ajuda da minha mãe, comecei a juntar tudo que eu tinha comprado e separado para levar pro intercâmbio. Fomos tirando roupa por roupa do guarda-roupas e vendo se realmente era necessário levar a peça e se ela encontrava-se em bom estado. Camisetas, camisas, calções, calças, cuecas, meias, toalhas, um terno, gravata... ufa!

Essa costumava ser minha escrivaninha
Meu quarto ficou um caos (Mais do que de costume). Era roupa para todo e qualquer canto, sem falar nos presentes, que tivemos que olhar um por um para saber de quem era. Escrevi alguns recadinhos neles, e deixei mais à mão os que vou dar na hora da chegada.


Agora falta terminar de montar a segunda mala, que está com algumas blusas e camisetas em falta por conta da máquina de lavar. Já na mala de mão, pretendo levar os eletrônicos, alguns produtos de higiene, os documentos e palavras cruzadas.


Até a próxima atualização!

Câmbio

Hoje, 05/01/2012 (Há 11 dias do meu embarque), minha mãe foi à casa de câmbio Sidney trocar um dinheiro que eu tinha mais o que ela e meu pai me deram para levar para a África do Sul. Trocamos por dólares (Em espécie) na taxa de R$1,95, o que rendeu um total de U$664, será usado durante meus primeiros meses de intercâmbio. Dessa forma, acho que nos primeiros meses não usarei o VTM...


Hoje também recebi um email com a confirmação do meu visto, mas isso fica pra outra postagem!

01 janeiro 2012

Email

Sejam bem-vindos ao primeiro post de 2012!

Depois de alguns dias na chácara e na praia com minha família, e consequentemente sem internet, ao voltar para casa tive uma surpresa ótima. Minha hostmom (Sharon) entrou em contato comigo via e-mail, no dia 30/12/2011, perguntando a data da minha chegada na África do Sul e desejando feliz ano novo. Ela também disse o quanto estava ansiosa para me conhecer e para conhecer meus amigos (Acredito que sejam os outros intercambistas).

Faltam 15 dias para meu embarque!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...