23 agosto 2012

Cartão postal

Para quem lembra, nesse post eu falei que tinha preparado uma surpresa e que um dia revelaria aqui no blog qual foi a surpresa.

Pois bem, no dia em que estávamos no Waterfront, eu estava andando pelo shopping quando vi um Post Office, os Correios daqui. Só por via das dúvidas, fui ver qual era o preço para mandar uma carta para o Brasil.. e era uma merreca!

Não pensei duas vezes. Chamei minhas primas para irem comigo até a loja de souvenires que tínhamos acabado de sair, no piso de baixo, porque eu ia comprar um cartão postal para mandar para minha família. 

Cheguei na loja, escolhi um cartão bem bonito e que mostrasse Cape Town de um jeito legal. A mulher do caixa até tinha lembrado-se de mim, que comprei umas coisas 10 minutos antes. Tentei pagar no cartão, mas a quantidade era muito pequena... 

No bate-papo com a mulher do caixa, descobri que os correios já ia fechar! Corri que nem um louco e cheguei à tempo (e cansado). Paguei pelo selo e por outra estampa que se põe no cartão. Quando eu estava escrevendo a mensagem, apoiado no balcão, um dos caras veio me dizer que eles estavam fechando tudo e que depois que eu terminasse minha mensagem era só colocar na caixa que fica do lado de fora.

Arranjei uma caneta com a Ashleigh e sentamos no chão, fora da loja. Pensei, pensei e pensei no que escrever, tentando colocar tudo o que eu queria dizer naquele espacinho tão pequeneninho. Depois de pronto, Logan lambeu a estampa (na hora que a atendente do caixa falou que era desse jeito eu achei que era brincadeira... disgustin!) e eu - todo animado - fiz uma sessão de fotos em frente ao Post Office com meu cartão.


Dei um beijo nele, enchi de energias positivas e comecei a rezar para que chegasse no Brasil! Foi mais um teste, pra ver no que tudo isso iria dar...


Desde esse dia eu estava contando as semanas para que o bendito cartão fosse entregue. E o pior de tudo é que eu não podia perguntar pra ninguém de lá de casa, ou a surpresa acabava. Eis que no dia 16/08/2012 eu estava no skype com meu irmão, e não aguentando segurar minha língua e nem a ansiedade de saber se o cartão tinha chego ou perdido-se no caminho, perguntei:
"Chegou alguma coisa minha aí?" "Não" "Certeza? Mandei um cartão há um tempão atrás..." "Ah, é verdade, chegou faz tempo aqui... Umas duas, três semanas atrás." "SÉRIO?! COMO ASSIM?! E VOCÊ NEM ME CONTOU!" "Chegou. Eu nem te contei porque pensei que era da época que você tinha acabado de chegar aí. E o papai levou para a empresa."
Ninguém sequer lembrou-se de me contar que o cartão tinha chego e nem agradecer. Fiquei muuuuito triste na hora, porque mandei com tanto carinho, sabe?! *drama* Depois perguntei para o meu pai o que ele tinha achado e ele disse que gostou do cartãozinho que chegou.

2 comentários:

  1. Gustavo, quanto você pagou pra mandar o cartao postal?! To morrendo de vontade de mandar um pra minha mae! Obrigado ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jessy, não lembro agora, mas foi coisa barata... 10 rands, um pouco mais, algo assim. Por nada :)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...