08 maio 2012

Food and Games

O ‘Food and Games’ é uma festa que a escola promove com a ajuda das turmas. As classes devem escolher um jogo, organizá-lo e trabalhar para a ideia sair do papel.

Depois de uma votação, a decisão final da minha turma foi o ‘Photo Booth’ (Cabine Fotográfica).  Foi montado um comitê com as pessoas mais interessadas e em seguida dividiram as tarefas e os turnos para trabalhar na barraquinha.

Semanas depois, na sexta-feira à noite (04/05/2012) foi o dia em que aconteceu o ‘Food and Games’. Eu saí de casa no final da tarde e peguei o trem com outras três meninas, duas do meu colégio e uma era amiga delas.
Aurore, Gail e Grace
Chegamos e antes de entrar passamos na bilheteria comprar os tickets.  Comprei um bloquinho com R40, que era dividido em folhetos de valor dez, cinco, dois e um. Depois antes de entrar passamos por uma revista para ver o que estávamos levando conosco.

A escola estava com um ar bem diferente: Os alunos sem uniforme, os acessos às salas estavam fechados com cadeiras, as barraquinhas montadas dentro do salão onde temos assembly e, nas quadras de basquete, uma tenda onde podíamos comprar comida.


De início eu andei por tudo, olhei tudo e depois encontrei de novo as meninas e fomos comer. Eu comprei um hambúrguer e depois o refrigerante num trailer que foi alugado só para vender bebidas.

Já era 07:30hr e era hora de eu assumir meu posto na barraquinha da minha turma por meia hora. Fiquei eu e mais um menino sentados na barraquinha, sem nem poder vender as fotografias porque a impressora deu problema.


Queríamos montar um game onde a pessoa pagava, nós tirávamos a foto e depois imprimíamos na hora. Mas no final das contas o colégio emprestou uma impressora em preto e branco e ninguém quis pagar para ter fotos de qualidade péssima.

Meu turno acabou, saí e fui atrás de gente conhecida. Acabei encontrando a Doro, Yohari e uma amiga dela nos corredores e passei a andar com as três.

Fomos à Disco, uma sala com uma vibe ótima! Era escuro, com luzes coloridas e música pra dançar. Passamos conversa no guarda que monitorava a entrada das pessoas e ficamos um tempinho grátis lá dentro.

Fomos à Tea Room, uma sala que na verdade era destinada aos pais, para tomarem café ou chá e comerem bolos. Eu comprei umas tortinhas salgadas e depois um pedaço de “alguma-coisa-de-maçã”. Foi ótimo pra sentar e descansar.

Também visitamos o Pillow Fight. Eu contra a Doro, três rounds à zero. Foi até sem graça vencer! Pude escolher um prêmio e peguei um chaveirinho parecido com o das havaianas.

Para evitar reclamações
Por último, Doro e eu fomos à Horro House. Com a ajuda da Yohari, que fazia parte da organização do game, furamos fila e caímos logo no inicio. Entramos dentro de uma sala escura (Ao ponto de não enxergar um palmo à frente) e com a sinalização de neons íamos seguindo o trajeto correto. De vez em quando alguém nos cutucava ou puxava nossas pernas, mas eu me preocupava mais em ver a Doro surtando para depois rir dela.

Mais um refrigerante, mais umas conversas e minha host mom me ligou perguntando que horas deveria ir me buscar.  Eu e as meninas fomos na frente do colégio esperar pela minha host family.

On the end of the party
Nesse meio tempo Doro e eu estávamos esperando as outras meninas voltarem do banheiro e a diretora veio falar conosco. Ela perguntou “Que língua vocês falam?” “Eu falo alemão” “E eu português” “E entre vocês, que língua vocês falam?” “Inglês” “Oh! Okay” Que língua ela esperava que nós falássemos? Espanhol?

Vinte minutos depois meu host dad chegou e tivemos uma conversa bem produtiva na volta pra casa. Eu cheguei e ainda jantei macarrão a bolonhesa...

Eu nem esperava tanto da festinha no colégio, mas foi bem divertido!

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...